terça-feira, 14 de junho de 2011

Tudo Vale a Pena

Tudo vale a pena quando, na última sessão:

. os professores se despedem com: "Espero pela continuação deste trabalho para o próximo ano lectivo!"

. os alunos do 4º ano dizem: "Para o ano, se voltares, tem que ser às 4ª feiras, porque no ciclo temos livres as quartas à tarde e assim podemos vir aqui à escola para assistir às tuas sessões!"

. e sobretudo, quando dois meninos envergonhados se metem à minha frente e dizem em conjunto: "Obrigado por teres vindo aqui ensinar-nos estas coisas."

É um feedback positivo que compensa todo o trabalho e empenho dedicados a estas escolas, a este projecto que adorei desenvolver.

Gostei mesmo muito de todas as escolas a que fui e de todas as sessões que fiz.

Fica o desejo de poder continuar a explorar esta área.

Calendário Verde

Na primeira sessão que fui às escolas primárias levei para os meninos um calendário que abrangia apenas os quatro meses em que eu os ia visitar e registava datas ambientais importantes inseridas nesse espaço de tempo. A ideia era que os alunos preenchessem os dias dessas datas com imagens que iam em conjunto com o calendário. E assim o fizeram, os pequenos foram acompanhando o calendário e colocando as imagens nos respectivos dias tendo sido este o resultado final.


Obrigado meninos por terem completado o calendário, espero que tenham registado nas vossas memórias algumas destas datas importantes para o meio ambiente ;)

4ª e Última Visita às EB1

Dias 2, 7 e 9 de Junho fui, pela última vez, às 4 escolas que tenho acompanhado. Mal cheguei, os meninos mostram-me os trabalhos que tinham feito sobre morcegos, tema que tinha sido abordado na última sessão: máscaras, mobiles, desenhos e palavras cruzadas, entre mil cores os alunos deram vida aos morcegos de papel!













De seguida, fizemos os testes diagnóstico iniciais e demos inicio ao tema do dia: Fogos da Serra da Estrela. Conversamos sobre as causas de incêndio, as dificuldades dos bombeiros no confronto com as chamas, o que podemos fazer para evitar incêndios, o impacto que um incêndio tem na natureza e como podemos ajudá-la a recuperar. Esta foi uma apresentação muito interessante e informativa mas um pouco mais curta do que as anteriores, pois havia um jogo muito divertido preparado para o final da sessão! 











Neste jogo havia um tabuleiro e um dado grandes para duas equipas participarem. Cada uma das equipas tinha um jogador em cima do tabuleiro representando o papel de peão. À vez, as equipas lançavam o dado e o peão respectivo avançava no tabuleiro o número de casas que tivesse saído no dado, no entanto, o avanço do peão só era válido se a sua equipa acertasse numa pergunta, sobre uma das quatro sessões, colocada pelo adversário. As equipas tinham 10 segundos para os seus porta-voz responderem à questão, se este acertasse na resposta o respectivo peão conquistava a casa para onde avançara, caso contrário o peão tinha que recuar uma casa no tabuleiro.


A equipa que chegasse primeiro à ultima casa do tabuleiro de jogo vencia e dava um castigo à equipa derrotada.


Foi uma sessão muito divertida mas que deixou imensa saudade, pois chegou ao fim a minha jornada entre os meninos da primária e com ela termino este projecto: Compreender e Abraçar a Natureza. Em breve publicarei os resultados obtidos com o trabalho para vos mostrar, a todos que me acompanharam, as conclusões a que cheguei.

Agradeço a todos que me apoiaram ao longo deste trabalho e a todos os meninos um grande beijinho muito grande, espero que tenham gostado e aprendido como podemos contribuir para conservar a natureza!

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Esquilo

Vejam como estes pequenos conseguem andar de cabeça para baixo agarrados aos troncos das árvores com as suas garras!!

video

E como eles comem as pinhas!

video

Desafio 10

Que animal é este?!
O que sabem sobre ele?

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Visita à escola de S. Julião

Hoje, dia 26 de Maio, fui visitar a escola de São Julião. Foi a primeira vez que visitei estes meninos, mas eles já tinham ido ao CERVAS, por isso já sabiam muitas coisas! Eram 40 alunos com idades entre os 8 e os 11 anos. 
Apresentei-lhes a primeira sessão, sobre o CERVAS e o trabalho que desenvolvemos cá, não esquecendo, claro, as fichas diagnóstico.










Para terminar a sessão o "Fernando" lá caiu mais uma vez da árvore, foi de novo encenado o teatro do processo de recuperação dum animal selvagem ferido.










Os alunos gostaram e aprenderam um pouco mais sobre o trabalho dos centros de recuperação de animais selvagens.
Os testes diagnóstico apresentam uma percentagem muito alta de respostas certas, o que significa que, de facto, os meninos aprenderam a lição :)

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Desafio 9

Vê se sabes quais as palavras que faltam neste texto sobre mamíferos.
 Cada número é uma palavra que tens que descobrir!
 Boa sorte ;)


Cartazes dos Jardins de Infância

Depois das estafetas a separar os animais selvagens dos domésticos, os meninos dos Jardins de Infância encenaram um teatro onde eles próprios tiveram que escolher um animal selvagem, uma causa de ingresso desse animal no CERVAS e simular a sua recuperação. 

No final de toda esta brincadeira deixei a proposta de, em forma de cartaz, os meninos desenharem a história do seu animal e de que forma as pessoas poderão evitar essa causa de ingresso.

JI de Arcozelo

Os alunos conseguiram cartazes espectaculares, onde desenharam o seu animal selvagem, a forma como ele se magoou  e o que deve ser feito para evitar que os animais se magoem dessa forma.

JI de Melo

Resultaram trabalhos muito giros onde os alunos mostraram saber qual a solução para ajudar os animais selvagens a não se magoarem.

Muito bem meninos ;)

Desenhos do JI de Arcozelo